Opções

Acompanhando as oportunidades de Lançamento Coberto

Amigos, com a divulgação do novo plano de negócios da Petrobras, o mercado respondeu com uma alta de mais de 2% nas ações (mesmo com o Dow caindo 0,7%). Com esta alta, o IFR respondeu chegando a 59. Se amanhã o movimento continuar, o IFR deverá ultrapassar a marca de 60 e daí eu parto para analisar os outros critérios. Vamos ver:

PETR4:

– Série H: Eu não lanço nenhuma nos valores atuais. Com o gamma da H25 não está lá estas coisas ainda, ela irá responder pouco num movimento mediano (como o de hoje). Se a ação subir 2% três dias seguidos, o gamma dela vai aumentar bastante e, se o IFR ficar acima de 75 eu lançaria ATM (H25).

– Série I: Esta é a série a se observar bem de perto. Ceteris Paribus, se o prêmio chegar a 0,40 eu lanço todas as que eu posso (4100).

VALE5:

– Eu teria lançado hoje a VALEH48. Mas a I50 é mais jogo com o prêmio idêntico (0,40).

OGXP3 e BVMF3: IFR não atende.  Estas ações podem responder com movimentos rápidos caso haja um bom acordo para elevação do teto da dívida americana entre Republicanos e Democratas.

 

SOBRE O PN DA PETROBRAS: A única dúvida que eu tenho é se a Petrobras irá conseguir executar o seu plano nos prazos que estabelece. No PN divulgado hoje, os prazos de alguns investimentos foram prolongados (refinarias) e isto eu considero muito bom. Quem compra ação da Petrobras está mirando em 2020 e além. Não pode ter meta para antes disso. A empresa está divulgando que sua estratégia é de longo prazo. Eu compro ação da Petrobras hoje pois entendo que está em período perfeito para acumulação (há um ano e meio já). Minha estratégia é acumular o máximo nestes valores para que ela suba até uma cotação de 100 (até 2020) e pague dividendos de pelo menos 5 reais a partir de 2020. Como eu compro a 25, seria um Yield de 20%. Paralelamente, vou fazendo lançamento coberto de forma mais conservadora.

Anúncios

7 comentários sobre “Acompanhando as oportunidades de Lançamento Coberto

  1. Bom dia, parabens mestre, também tenho o mesmo pensamento em Petrobras, acredito que o momento seja de acumular ações e esperar uma alta no futuro.

  2. Justo, oque gostei foi o desinvestiemto, e a mudança de foco de refinaria para geração de caixa.
    Agora quanto ao gama, eu prefiro usar somente o Delta, o gama serve para saber quanto o delta vai variar ….ou existe outra utilidade?
    Voce as vezes fala que analizar o gama…..mas Evaldo oque isso tem haver com OTM pois tende a ser proximo de 0 .
    Estou pensando em um lançamento mais agressivo (ATM)
    Da serie I vc ta falando da I25 ?
    Caro mestre se vc tiver certo ate 2020 me aposento mais cedo do que to pensando !!!

    1. Eu não utilizo o gamma não. É só uma questão de comportamento das opções. Eu não analiso, apenas digo que não adianta a ação subir 2% ou 3% que, se o gamma for baixo, a opção não vai corresponder, porque o delta não irá subir muito.
      Só uso gamma para analisar bilhetão. O resto é para verificar o que pode acontecer com a opção caso a ação vá a algum valor específico. Ex: Agora, a Petr4 está a 23, 80. O que aconteceria com a PetrI25 caso a ação vá a 24,80?

  3. Gostria de deixar uma pergunta para quem puder me ajudar,
    no caso para operar TAXA, oque é mais conveniente ?
    Mais ITM (H20 ex.) possivel com liquidez ?
    Strike H ou I ?
    Ou Atm….pensando na taxa ?

    1. Quando se opera taxa, se busca uma operação similar à Renda Fixa. Como aceita-se um risco ligeiramente superior, deve-se buscar remuneração ligeiramente superior. O objetivo maior é NÃO PERDER. Por isso, deve-se buscar a opção que dê o maior lastro possível no caso de uma queda. Assim, quanto mais ITM, melhor. A opção a ser escolhida deve ser a ITM que remunere melhor (maior VE). Operação de taxa é para tiros curtos. Melhor lançar na série atual. E depois fazer de novo na seguinte.
      Como a operação é de taxa, deve-se avaliar todas as ações disponíveis (no último ano e meio a VALE5 é a melhor para operar taxa. Petro nem pensar. OGX está ruim, mas costuma ser mais arriscada e remunerar bem). Até a BVMF é melhor que a Petro para taxa.

  4. Porque nao petro? a matematica nao é a mesma?
    To fazendo as contas erradas ou a ATM é aque tem o maior VE ?
    Se o segredo é ficar vendido em VE ….entao …talves ATM seja mais negocio que ITM que tem mais VI, ou só lançar taxa quanto a ITM tiver gorda em VE ?

  5. A matemática não é a mesma pq as taxas hoje em Petro são minguadinhas.
    O objetivo maior não é vender o maior VE, é vender uma opção que tenha VE que dê uma taxa adequada E minimize o risco no caso de uma queda na cotação.
    Na verdade, o principal critério é minimizar o risco.
    Detalhe adicional é que quem opera taxa SEMPRE quer ser exercido. S E M P R E. SEMPRE.
    O objetivo não é maior retorno. É a melhor relação Risco x Retorno.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s