Finanças Comportamentais

Saúde também é dinheiro

Para os interessados em formar um robusto patrimônio familiar e viver de renda após os 63 anos de idade segue um cálculo que fiz quando concluía a faculdade de administração e que me ajudaram a tomar uma decisão com relação à minha saúde. Apesar de alguns acharem que parei com o hábito de fumar e de beber por ter me tornado Advnetista do Sétimo Dia, a verdade é que eu parei algum tempo antes de me ligar à igreja.

Os valores são até conservadores pois o gasto mensal era maior que os utilizados como premissas. Notem que aqui estou falando apenas do valor poupado por ter deixado os hábitos. Imaginem que, ao longo de anos permanecendo com hábitos nocivos, os gastos em medicina aparecerão.

Um fator interessante é que nossa geração deveria reduzir a zero a prática de hábitos nocivos de saúde, por inteligência. Eu não estou condenando um encontro casual com os amigos para um Queijos & Vinhos, na verdade eu apenas não sou fã da bebida e acho que saborear bebidas não é um mal hábito. Só não combina comigo.

Uma coisa que me chama a atenção é que a incidência do hábito de fumar é grande em camadas sociais de menor renda. Se um cidadão destas camadas poupasse apenas 100 reais por mês ao longo de 45 anos, poderia acumular um patrimônio razoável de 600 mil reais.

Da próxima vez que você encontrar um fumante ou bebedor reclamando da falta de dinheiro, ofereça ajuda financeira! Ajude-o a mudar seus hábitos!

Anúncios

2 comentários sobre “Saúde também é dinheiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s